Menu

Substituto do silício pode ser a resposta para computadores quânticos

Novo componente químico tem sido cogitado para substituir tolamente o o natural silício. Os cientistas apostam que esse novo material é possível ter computadores quânticos poderosos e de menor tamanho. O silício tem perdido pontos por ser alto condutor, além de ter um tamanho maior do que essa nova substância.  Por isso, os resultados do projeto liderado pelos professores Feng Ding e Rodney Ruoff, do Instituto de Ciências Básicas da Coreia do Sul, foram recebidos com surpresa entusiasmo.

Os cristais contíguos de grafeno com 50cm de cumprimento e 5cm de largura foram criados por sua equipe, e são os maiores cristais perfeitos já criados com base nesse material. Em comparação com as antigas que não passavam da casa dos milímetros ainda corriam risco de perder o alinhamento.  Os cristais feitos pelo projeto citado são praticamente perfeitos, com alinhamento de 99,9%, outra meta nunca atingida em grande escala. Com fabricação simples e rápida utilizando o método descoberto eles criaram uma placa de cobre perfeita que serviu de base para o cristal de grafeno.

Entretanto  Ding e Ruoff estão enfrentando obstáculos, em seu artigo eles disseram “O segredo para se obter um cristal contíguo de grafeno em grandes proporções é ter um cristal de cobre perfeito para usar como base. Contudo, essas placas de cobre perfeitas em grandes tamanhos não estão disponíveis no mercado, então laboratórios precisam fabricar isso através de seus próprios meios”completaram.

0